Os contratos do São Paulo

Salve Nação São-paulina

A eliminação para o Bragantino na Copa do Brasil tem feito aumentar as críticas a diversos jogadores do elenco são-paulino. Há pedidos de “limpa” no elenco, não só para melhorar o time, mas também para aliviar a folha salarial. “Com metade ou menos da folha são-paulina de doze milhões de reais, há times fazendo a mesma coisa ou melhor”.

Fiquei curioso para saber a situação contratual dos jogadores do elenco, especialmente diante de extensões que foram dadas, desde o ano passado, a jogadores como Paulo Miranda, atualmente com contrato até julho de 2017. O São Paulo tem, hoje, 68 jogadores inscritos na Federação Paulista de Futebol. Esse número não engloba apenas os jogadores atualmente no profissional, mas também diversos juniores.

Separei os jogadores que têm sido relacionados para as partidas (25 jogadores) e somei a eles três casos que considero especiais: Clemente Rodríguez, Breno e Renan Ribeiro. Desses 28 nomes, apenas quatro verão seus contratos vencer em 2014: Hudson, Kaká, Rogério Ceni e Souza, todos no dia 31 de dezembro. Os contratos de oito outros jogadores vencerão ao longo de 2015: Álvaro Pereira, Clemente Rodríguez (ambos em 30 de junho), Breno (7 de outubro),( o SPFC paga os salários e o jogador está preso na Alemanha e só deve sair em dezembro de 2014), Alexandre Pato, Antônio Carlos, Édson Silva, Luís Fabiano e Osvaldo (os cinco em 31 de dezembro).

Restam dezesseis jogadores, que ainda estarão sob contrato em 2016, isso se nenhum dos doze tiver seu contrato renovado até lá.. Ou seja, a não ser que o São Paulo venda os direitos federativos de algum(ns) desses jogadores ou afaste-os, boa parte do elenco daquele ano deverá ser muito parecida com o atual. Assim, qualquer “faxina” que porventura seja feita custará muito dinheiro em rescisão de contratos ou, no mínimo, em salários pagos durante exílios em Cotia.

Não estou defendendo que o São Paulo trabalhe com menos contratos, até porque é necessário ter jogadores para as categorias de base. Talvez alguns contratos a menos, mas nada tão radical. Também não estou defendendo que se faça necessariamente contratos mais curtos, pois em determinados casos você precisa ter garantia de que seguirá contando com os serviços de jogadores úteis. O que questiono é por que contratos de jogadores que não produziram a contento foram renovados. Citei lá em cima o caso de Paulo Miranda, mas ele não é o único.

O que também questiono é que as contratações não estão sendo feitas com inteligência. Éramos nós que costumávamos encontrar as “pérolas” no interior, prontas para comer a bola em um time grande. Macedo, Juninho, França, Marcelinho Paraíba e Luís Fabiano, entre (muitos) outros. Isso para não falar daquele meio time que veio da Ponte Preta no início dos anos 1970 (Chicão, Nelsinho Baptista, Samuel, Teodoro e Waldir Peres), com todos tendo boas carreiras no São Paulo.

Confira a data de expiração dos contratos dos 28 jogadores:

Agora espero que entendam que não se pode depreciar um jogador que não tem habilidade e nem fundamentos, temos que cobrar que foram os responsáveis pela contratação! Um jogador é um bem do clube, vide o Douglas não tem condições de vestir o manto, mas o Barcelona está contratando e isso alivia bastante o déficit do clube que sem a venda fechará 2014 em 45 milhões negativos.

Parabéns a todos os dirigentes que estiveram no SPFC desde 2009 e estão levando o SPFC para o mesmo lugar dos times cariocas, com uma divida gigantesca e salário apenas a cada 90 dias.

Até semana que vem!

É HORA MESMO DE EXAUSTÃO?

c_tania

Derrotas, vitórias, preferência por esse ou outro jogador, falta de jogadas ensaiadas, gols bestas que tomamos. Tudo isso tem sido constantemente discutido e falado exaustivamente pela torcida do São Paulo.

Muitos questionam algumas escalações de Muricy, as preferências dele por um ou outro jogador e isso, prá mim, fica mais no plano da preferência pessoal, do gosto por um ou outro atleta.

O que prá mim foi o ponto crucial nessa semana foi o jogo contra o Criciúma, quinta-feira, pela Sulamericana. Não o jogo em si, mas a atitude de um jogador mais especificamente.

Muricy poupou Tolói, Kardec e Kaká por conta do jogo de domingo, contra o Figueirense pelo Brasileirão. Os três poderiam atuar no final de semana, normalmente. Pato, suspenso no campeonato brasileiro, também foi pro jogo. E me chamou a atenção a falta de Ganso.

Se o camisa 10 também estava suspenso no domingo, e já teria uma folga do final de semana inteiro, porque raios não jogou na quinta? Alegou exaustão, disse que não estava bem fisicamente e pediu para descansar. Uma semana de descanso?

Ganso é craque, sabemos disso. É indispensável, é a cabeça pensante do time, o cara que faz o motor rodar. E tem sido muito importante para o time também. Nós, torcedores, sabemos disso. Mas isso não lhe dá o direito de deixar o time na mão.

Exaustão? Cansaço? Pera lá, vai….

Eu sou contra o discurso de que ele ganha muito e não pode estar cansado. Não é isso. Mas estamos na melhor fase do time, precisando dele para dar mais moral, para seguir vencendo, será mesmo que um esforço numa quinta e depois 4 dias de folga na sequencia não estaria bom?

Não esperava…até o Pato, tão questionado por nós estava lá, mostrando serviço, fazendo gols e disponível para jogo.

Não gostei da atitude e da postura. Fica o sinal alerta. Tomara que tenha sido um ato isolado. Segue o jogo…

tania_rodape

Lucão vs Boschilla? Teimosia ou panelinha

Hoje, diferentemente do que ocorre normalmente, pedi temas para a coluna, no que fui ajudado por Carlos Port e por Shirley Hamuche.

Vamos lá, a Shirley fez observações interessantes: a primeira demandará um certo estudo, precisarei abordar com maiores detalhes o início do preconceito no clube, se ocorreu, se é lenda, etc.

O segundo já é um tema mais de bate e pronto: há teimosia de Muricy ou a formação de panelinhas no elenco, eis que Lucão falhou feio e nem por isso foi cobrado publicamente pelo técnico. De outro lado Boschilla já foi cobrado diante todo mundo por Muricy, logo após o término de determinado jogo.

Pois bem. Em que pese a excelente observação da amiga, creio que são situações plenamente distintas.

Lucão não foi cobrado publicamente, nem poderia. As falhas de Lucão foram técnicas, demandam tempo e orientação para que sejam evitadas. Tomando por base que “errar é humano”, Lucão merece ser preservado, tem que ser exigido nos treinos, nos quais devem ser explorados saída de bola, posicionamento, localização na área, visão de jogo, etc.

Lucão errou, insisto, na parte técnica. Tem que treinar, se preparar muito mais, tem que ser orientado.

De outro lado, Boschilla não praticou um erro técnico, mas tático. O seu problema naquele momento foi ser displicente e não cumprir com as orientações que lhes foram dadas por Muricy.

Boschilla desobedeceu ordens táticas do técnico, ou seja, não precisava de mais treinos, de orientações, etc. Essa fase já havia passado. Precisava de um puxão de orelha, pois de nada adiantaria o técnico armar o time taticamente, treinar os jogadores, orientá-los, para que eles, em campo, desobedeçam.

Conseguem perceber a diferença?

“Uma coisa, uma coisa. Outra coisa, outra coisa”, diria o poeta.

Então, não vejo motivos para especulações, não há formação de panelinhas, nem de teimosia, há uma tentativa com muito desempenho e suor por parte de Muricy de colocar o Tricolor em seu devido lugar, pois “dentre os grandes, és o primeiro”.

Aurelio Mendes – @amon78

“Descompromisso ou desculpa?”

Olá caros amigos leitores Soberanos, hoje a coluna será feita de um jeito um pouco diferente, pedi sugestão de título no twitter e acolhi o primeiro que chegou, que foi sugerido por Carlos Port.

Ontem como todos sabemos o Tricolor teve noite indigesta, perdermos mais uma vez para o Criciúma, time que não tem grandes tradições no futebol nacional e, para quem não se lembra, já nos deu trabalho na Libertadores de 1.992.

Ocorre que ontem muitos jogadores não entraram em campo: Tolói, Denilson, Kaká, Ganso e Kardec. Ou seja, a essência do time atual não entrou em campo, resultado perdermos.

Então temos que enfrentar a seguinte questão: A ausência desses jogadores deve ser uma desculpa ou descompromisso com o Tricolor?

Em verdade, poder-se-ia dizer que trata-se de desculpa, sob todos os ângulos possíveis.

Explico.

O Tricolor estava vindo em uma crescente, empolgando, bateu dois rivais em pouco tempo, ganhou fora de casa, no Morumba fez a lição. Por óbvio que em um campeonato uma equipe precisa vencer, mas a derrota e o empate fazem parte do jogo.

Então a ausência dos principais nomes poderia, e está sendo, usada como desculpa. O que, para mim, não pode proceder.

O  Tricolor é gigante, e não pode se dar ao luxo de perder para o Criciúma, com todo o respeito que essa equipe merece. Somos grandes, e entre eles, somos o primeiro. Ouvi isso em algum lugar, não?

Então a ausência não pode, de modo algum, ser utilizada como desculpa.

Também poderia ser uma desculpa para os jogadores que por um motivo o outro, não pretendiam entrar em campo. Ontem Muricy “jogou” a informação de que Ganso não jogou porque não quis.  Mas, continuando nessa seara, cairemos no descompromisso.

Também poder-se-ia dizer que a ausência de jogadores é uma desculpa para a comissão técnica que, desde a saída de profissionais de renome do Soberano, não consegue manter a excelência do DM no Morumbi.

Hoje vivemos a realidade de lesões, de afastamentos, de despreparo físico. Fatores que deveriam ser atenuados em uma equipe do tamanho do SPFC.

De outro lado, muitos falam em descompromisso. Eu já falei. Cobro os jogadores, porque quero o bem da equipe. E, tenho a certeza de que, todos os torcedores que afirmam que faltou compromisso com o SPFC ontem, por parte dos jogadores, o fazem pensando exclusivamente no bem do Mais Querido.

Oras, se o jogador ganha centenas de milhares de reais por mês, tem que ter comprometimento com o clube que paga seu salário. Se não ama o time de alma e coração, deveria – ao menos – honrar quem coloca o “arroz e feijão” na sua mesa. Esse é o argumento principal para a cobrança de compromisso com o SPFC.

Os caras vestem um dos maiores e mais importantes Mantos do Mundo, o Manto Soberano, e devem se orgulhar por isso, devem ser aguerridos, guerreiros, lutar pelas três cores e não dormirem em campo. Muito menos fazer orgias, ir à baladas, ou qualquer coisa do tipo.

Todavia, eu tento refletir sobre o SPFC, não me apego mais “apenas” à emoção.

Falo isso pelo simples fato de que, de certa forma, concordo com as ausências.

O torcedor brasileiro, lamentavelmente, não dá valor para a Copa do Brasil, Paulistão e para a Sul-Americana. O que trás por corolário, que um título desses torneios “não vale nada”. Não conta para as estatísticas.

Desse modo, passa a importar só o Brasileirão, Liberta e Mundial.

E no Brasileirão, o Tricolor está em uma ascendente, está ali pedindo passagem para o Cruzeiro, dando seta para a esquerda. Então, nada mais óbvio que focar no torneio para tentar o tão sonhado título ainda em 2.014.

E como diz o ditado: Quem tudo quer, nada tem.

Valeu Port pela sugestão do título.

Shirley, irei acatar também suas sugestões, em muito breve.

Aurelio Mendes – @amon78

Noite de Sul Americana!

Torcedor tricolor o São Paulo vem numa crescente no campeonato brasileiro e agora ocupa a vice-liderança do Brasileirão distante sete pontos do lider Cruzeiro,realmente o São Paulo jogou muito bem contra o Santos no último domingo com uma exibição primorosa de Paulo Henrique Ganso,enquanto espera o confronto do próximo domingo contra o Figueirense em Florianópolis,o São Paulo estréia hoje na Sul Americana  as 20 hs contra o Criciúma em Criciuma, um torneio na qual o São Paulo não tem boas recordações pois foi eliminado nas semi finais pela Ponte Preta no ano passado,mas que já foi campeão em 2012 com Lucas jogando muita bola.

A atitude que tanto cobramos esta mudando na equipe e ao que parece a “conversa” de Ataide Gil Guerreiro com Muricy e a equipe foi muito proveitosa pois os jogadores mais limitados tem jogado muito mais do que sabem e aqueles que estavam dormindo acordavam e estão jogando muito,o que Ganso jogou na partida contra o Santos foi brincadeira e tomara a deus que se mantenha inspirado assim,Pato que até então estava sendo medíocre foi desobrigado de marcar por Muricy e tem ficado na área sendo decisivo em fazer gols e mais gols e já são cinco no Brasileiro.

Creio que o São Paulo deve dar toda a atenção possivel a Sul-Americana sim,esta fase de grupos é fundamental para o tricolor  avançar e disputar a fase principal, o tricolor não pode disputar com a forma desinteressada com que disputou a Copa do Brasil ,será uma competição dificil com adversários tradicionais e muito difíceis como River Plate,Boca Juniors,Estudiantes,Universidad do Chile,Milionários da Colombia,Cerro Porteño,Libertad do Paraguai e Peñarol do Uruguai só pra exemplificar alguns e um título a esta altura do campeonato fará muito bem para o moral da equipe,acredito que o São Paulo chegou pra ficar no G4 e os confronto direto contra o Cruzeiro  deverá diminuir esta distancia de sete pontos,é dificil porém não impossivel pensar num Hepta Brasileiro mas com certeza não é nada difícil pensar novamente num título de Sul Americana até porque num período de extrema vacas magras como o ano passado chegamos a semi final da Sul Americana e com todo o respeito temos jogadores qualificados no ataque pra pensarmos em sermos campeões e chegar novamente a este título.

Disse aqui temos sérios problemas na defesa,Paulo Miranda e Rafael Tolói continuam não inspirando nenhuma confiança minha e de qualquer torcedor,mas não dá pra negar o seguinte estes jogadores estão dando o máximo de si e se as estrelas  estão jogando muita bola estes jogadores vão se contagiar,a chegada de Kaká deu uma qualidade enorme ao time e vai ser fundamental na disputa contra estes tradicionais times sul americanos.

A noticia da semana do São Paulo é sem duvida a divida do São Paulo inclusive segundo a Veja com o nosso treinador Muricy Ramalho,estas informações começaram com o apresentador da Band Neto que depois foi execrado pelo presidente Carlos Miguel Aidar quando falou que Pato estava com os direitos de imagens atrasados, acho que sem dúvida a venda inacreditável de Douglas ao Barcelona deve ajudar e muito a aliviar este processo,mas é inacreditável saber que um clube como o São Paulo esteja mergulhado em um déficit financeiro não passa pela cabeça um clube que gera tantas receitas e que vem tendo tantas dificuldades com patrocinio de camisa em particular possa estar mergulhado em dividas,acho primeiramente o seguinte o clube tem uma folha de pagamento dispendiosa demais,várias contratações foram feitas sem critério principalmente na época de JJ,com isso o time gasta demais,contrata o que não deve e o que já disse aqui temos um grupo desequilibrado demais e o que deve ser o foco do sr.Aidar em arrumá-lo e mais o São Paulo tem obrigação de ser um bom pagador pra seus funcionários principalmente Muricy que vem trabalhando bem no time.

Por fim vale dizer que vamos enfrentar um adversário tradicional em criar problemas para o São Paulo que tem se enroscado contra times pequenos nas últimas competições,enroscou contra a Ponte Preta na Sul Americana,contra o Penapolense no Paulista deste ano e contra o Bragantino na Copa do Brasil,agora é hora de não se enroscar mais, se o Tricolor quer ser campeão novamente da sul americana não tem jeito o foco é vencer todos os adversários inclusive o Criciuma esta noite em Santa Catarina!

Atualização de Sexta (29.08) as 09:05-Infelizmente o São Paulo optou pela tática errada de poupar jogadores,não entendi na verdade qual foi o objetivo do técnico Muricy Ramalho,porém o São Paulo jogou muito mal especialmente na segunda etapa e acabou não conseguindo vencer o Criciuma lá em Santa Catarina,me pareceu e eu espero estar errado que o São Paulo jogou totalmente desinteressado ontem a noite foi como se a Sul Americana fosse um peso que o time quisesse se livrar logo e definitivamente não é esta atitude que eu e nenhum torcedor tricolor espera da equipe,assistir o Criciuma dominar a partida foi vergonhoso e em tempo de estar devendo e querer encher estádios,o São Paulo tinha a obrigação de ter apresentado um futebol melhor ontem,ganhar do Criciuma aqui é perfeitamente possível desde que Muricy deixe seus equivocos de lado e passe a não poupar jogadofres pois sem dúvida Kardec,Ganso e Kaká fizeram falta demais a equipe ontem a noite

 

Grande Abraço a todos!

 

fernando_rodape