Soberanobook a rede social exclusivo do SPFC

AvatarEntity

www.makeanet.com/soberanobook/entrar

Coritiba 3x 1 São Paulo: partida nas coxas

Por Ricardo Flaitt (Alemão)

Antes de falar sobre o jogo, vale ressaltar um fato que me chamou a atenção: o excesso de cerimonialismo antes do início da partida, com Hino Nacional, Hino do Estado do Paraná e outros protocolos desnecessários, verdadeiros presépios, perfumarias. Só o Hino do Brasil seria suficiente. Se a moda pega, daqui um tempo vão tocar uns cinco hinos, vão fazer desfile, etc. Enfim, vamos em frente, falemos de futebol.

O São Paulo não entrou com a mesma intensidade das outras partidas. Em jogo truncado, as raras vezes que chegou ao ataque no primeiro tempo foi por meio de contra-ataques, como aos 16’/1T, quando Alex cobrou escanteio para o Coxa, a bola sobrou para Michel Bastos, que ligou Pato numa troca de passes muito rápida, mas que se perdeu.

Mas como dito, faltou intensidade. O São Paulo aparecia em lampejos bem esparsos. O primeiro tempo se arrastou nesta toada, um time sem vibração. Sinceramente, apesar do placar com muitos gols, foi um jogo sofrível, duro de se ver.

Fato relevante. O Campeonato Brasileiro é duro, pegado, por isso, cada detalhe é importante para avançar na tabela. Aos 31/1T, Rosinei, meio-campista do Coxa, que já tinha cartão amarelo por reclamação, dá uma dura entrada por trás em Pato, jogada clara para cartão amarelo, no entanto, o árbitro deixa passar, prejudicando o São Paulo. As imagens falam por si.

O São Paulo só foi ter um momento de quarteto mágico aos 37/1T, quando Pato – na ala direita – realiza uma excelente tabela com Auro, que dá uma meia-lua no zagueiro curitibano, mas pega mal na bola, que saiu cruzada pela linha de fundo. Seria um golaço.

O jogo continuou modorrento, arrastado, entediante. Quando todo mundo já preparava para a segunda etapa, eis que novamente surge o garoto Auro, fazendo um lançamento cruzado, partindo da ala direita, cruzando toda a área, até encontrar de Pato, parte esquerda da grande área, toca de cabeça, para trás, observando a chegada de Michel Bastos, que bateu firme, abrindo o placar.

Diante de um jogo sofrível, em sentido geral, para ambas as equipes, o placar de 1 a 0 era goleada para o São Paulo. A expectativa natural para a segunda etapa era de que, perdendo – e precisando sair da zona da degola – o Coritiba fosse abrir mais o jogo e, com isso, facilitaria as jogadas do Tricolor, principalmente os contra-ataques.

O segundo tempo começa com o São Paulo bem postado em campo. Nos primeiros minutos até chegou a passar a impressão de que o Coritiba seria presa fácil, no entanto, aos 14/2T, Álvaro Pereira na tentativa de isolar a bola da defesa, erra o tempo de uma bicicleta. A bola sobra para Joel, camaronês inspirado do Coxa, que avança pela linha de fundo, chuta para a área, Toloi afasta mal (dentro da área) e a bola sobra para Helder, de frente para o gol, enfiar o pé e empatar a partida.

(Ainda que Álvaro Pereira seja um símbolo atual da raça tricolor e tenha muito crédito, não podemos deixar de citar que a bicicleta sem roda, mal executada por ele, gerou toda a jogada do gol de empate do Coxa, que foi determinante na partida. Ninguém o está condenando, mas falhou. Poderia ter feito o básico, dado um chutão para cima ou mesmo colocado a bola para lateral. Vale lembrar a partida contra o Santos, em que Paulo Miranda dá um chapéu, mas depois passa errado, proporcionando o ataque que originou o empate do time da Vila. Menos preciosismo)

Depois do gol de empate, oriundo de falha do São Paulo e que deu mais confiança ao Coxa, há que se destacar dois elementos decisivos para a virada:

1) A boa alteração do técnico do Coritiba, que tirou Rosinei – lento, pesado e que se safou de ser expulso – para colocar um moleque bom de bola chamado Elder. Sem exagero, aliás o São Paulo deveria prestar atenção neste jogador, que alterou toda a ordem tática da equipe, deu velocidade e movimentação ao Coxa e também;

2) A noite inspirada do centro-avante Joel, que articulou as jogadas de ataque, teve frieza e competência para finalizar.

O gol da virada do Coritiba nasce justamente destes dois jogadores. Aos 17/2T, o camisa 17 Elder bate cruzado, a bola passa por toda extensão da área do São Paulo, Joel corre nas costas da zaga e só encosta para fazer o gol.

Em 3 minutos o time do São Paulo desandou. Numa falha individual e numa falha coletiva de marcação, o São Paulo deixou escapar uma vitória quase certa, pois o Coritiba antes do empate arrastava em campo como um elefante velho, como um daqueles narrados pelo vampiro de Curitiba, o escritor Dalton Trevisan.

Daí o jogo mudou. Muricy, em busca da vitória e sob o pensamento de “perdido por 2, perdido por 10” o dano seria o mesmo, tira Denílson, abre o jogo para tentar arrancar pelo menos um ponto fora, assim como Marcelo Oliveira fez contra o São Paulo ao sacar um volante.

Mas o time não se ajustou. Aos 40, em contra-ataque, Joel pegou a bola no meio de campo, partiu em direção à área, fintou Denis e fez um golaço, enterrando as pretensões do São Paulo.

De tudo, Kaká faz uma falta imensa ao São Paulo, além da falha individual de Álvaro (essa que é ocasionou), há também uma falha sistêmica, na defesa, como no lance do segundo gol, em que a bola atravessou toda a área e Joel entrou por trás.

Foi um jogo sofrível de se ver. Os quatro gols não refletem uma partida monótona. O São Paulo, depois do primeiro gol, estava com o controle da partida, com o jogo nas mãos, mas vacilou, fez nas coxas.

RICARDO FLAITT (Alemão) é jornalista, futuro historiador e cronista-torcedor apaixonado pelo São Paulo | Facebook/rflaitt | twitter.com/flaittt

 

Derrota em Curitiba

Torcedor tricolor,jogando extremamente mal em particular na segunda etapa,com um futebol sem atitude,o São Paulo foi batido pelo Coritiba por 3×1 e viu a distância para o Cruzeiro aumentar novamente para 7 pontos,o time que tinha empolgado a cada torcedor tricolor em particular na partida contra o líder Cruzeiro sucumbiu a correria do Coritiba e sem dúvida conseguiu um resultado que é péssimo pras pretensões do clube em ser hepta campeão.

O time entrou em campo desfalcado de Kaká que foi suspenso pelo terceiro cartão amarelo e o m1to Rogério Ceni que sofreu uma tendinite e de última hora não pode entrar em campo e estes dois fizeram uma falta imensa a equipe,a equipe entrou sem pegada e sem vibração,sendo dominada  completamente pelo Coritiba que jogou com o craque Alex e diga-se de passagem que se Alex estivesse em campo em todos os jogos,certamente o Coritiba não estaria lutando para cair.

O resultado foi um amplo domínio do Coritiba na primeira etapa que tinha a posse de bola porém não chegava ao gol de Denis e no contra ataque quem fez o gol foi o São Paulo animando a torcida com um gol de Michel Bastos,que até foi razoavelmente bem substituindo a Kaká dando a esperança ao torcedor tricolor,o grande problema é que o São Paulo retornou a segunda etapa satisfeito com o resultado e ao invés de garanti-lo assistiu o Coritiba dominar a segunda etapa e ai é claro as broncas de Kaká em campo fizeram muita falta pois o time foi sem alma,sem brio e ai a dependência de Kaká ficou evidente para o time pois o time não criou alternativas pra suprir a ausência do camisa 8 e a grande questão é que o camisa 8 vai embora no fim do ano e sinceramente o clube precisa pensar em alternativas pra suprir essa ausência se quiser se dar bem na Libertadores em 2015.

A falta de atitude do São Paulo foi tão grande que a partir da segunda etapa com a falha em primeiro lugar do Álvaro Pereira,o Coritiba chegou ao gol de empate e a zaga em particular Rafael Tolói que ontem a noite não jogou absolutamente nada colaborou imensamente para o segundo e terceiro gols do Coritiba que sairam em lances absolutamente infelizes e iguais,ou seja dava-se pra evitar tranquilamente estes gols e a derrota se desenhou claramente.

Não é fácil jogar e ganhar em Coritiba,foi uma derrota normal que poderia ter sido evitada,ainda tem muito campeonato pela frente e que o São Paulo deve fazer se quer ser campeão é ganhar e ganhar especialmente na sequência difícil que vem por ai o clássico contra o Corinthians no Itaquerão,Flamengo no Morumbi e Fluminense no outro fim de semana também no Morumbi são jogos fundamentais e todos eles são decisões para o time se quer mesmo disputar o Hepta e certamente continuar na torcida pois o quase perfeito time do Cruzeiro uma hora dessas pode perder ou empatar,ou seja é ganhar e ganhar daqui pra frente e recuperar o brio perdido ontem a noite em Curitiba!

E Agora a nota dos jogadores da partida

Denis fez uma linda defesa na segunda etapa,porém errou feio no segundo gol do Coritiba e teve falhas na saída de bola,não é fácil substituir o m1to porém em alguns lances não foi tão bem nota 6,0

Auro o garoto foi mais uma vez bem,porém o time não estava em sintonia com seus passes e jogadas e foi mal na segunda etapa nota 5,0

Rafael Tolói falhou e foi decisivo no segundo gol do Coritiba nota 3,5

Edson Silva vinha jogando um bom futebol,porém perdeu a bola na corrida pra Joel que fez o terceiro gol dos paranaenses nota 4,0

Álvaro Pereira falhou no lance do primeiro gol e perdeu algumas bolas para o ataque do Coritiba com seus passes errados nota 4,0

Denílson bem na cobertura da zaga como nos outros jogos,marcou muito,uma pena que a zaga não facilitou seu trabalho nota 6,5

Souza poderia ter sido mais decisivo como foi por exemplo,na quarta passada,tímido demais na chegada ao ataque nota 4,0

Ganso Partida fraca demais ,não conseguiu ser o líder que o time precisava,discreto demais em campo nota 4,0

Michel Bastos fez o gol,algumas boas jogadas,mas no geral foi bem discreto nota 6,5

Alexandre Pato péssima partida,talvez sentiu o fato de não poder jogar contra o Corinthians,não fez nada de útil em campo nota 3,5

Alan Kardec com a bola não chegando ao seus pés,teve o seu trabalho dificultado,partida fraca do artilheiro nota 4,0

Luis Fabiano Muricy poderia ter o colocado no segundo tempo inteiro,entrou mais no desespero e foi pouco efetivo nota 5,0

Osvaldo sua correria não resolveu nada,não apareceu em campo nota 4,5

Boschilia sem tempo para melhores avaliações sem nota

Muricy Ramalho entrou com a mesma formação tática de outras partidas e que foi vitoriosa,porém eu escalaria o garoto Boschilia desde a primeira etapa que entende mais do riscado que o Michel Bastos,o time não rendeu em campo,tentou mudar com Luis Fabiano (um pouco tarde) mas a coisa não andou nota 5,5

Grande Abraço a todos!

fernando_rodape

ESPORTE SOCIAL

EQUIPE SUB 16 SHALON                                                                  OLÁ PESSOAL ESTAMOS POR AQUI NOVANTE PARA DAR-LHES NOTICIAS DA SOCIEDADE ESPORTIVA SHALON,NO PRÓXIMO DIA 20/09/14 (SÁBADO) ESTREAREMOS  NA COPA LIBERTADORES DE FUTEBOL DE  BASE O LOCAL DA NOSSA ESTREIA SERÁ NO CDC ERMELINO MATARAZZO NOSSO ADVERSÁRIO SERÁ UMA EQUIPE  TRADICIONAL DA REGIÃO DE ERMELINO MATARAZZO NOSSAS DUAS CATEGORIAS ESCRITAS JOGARAM CONTRA O JD.VERONIA ESPERAMOS REALIZAR UMA BOA PARTIDA E SAIRMOS  DE LÁ COM A VITORIA ESTÃO TODOS CONVIDADOS ESPERAMOS CONTAR COM A TORCIDA E O ISENTIVO DE  TODOS VOU COLOCAR O ENDEREÇO DO CDC CASO ALGUÉM RESOLVA COMPARECER  RUA JOÃO EUCLIDES FERREIRA N.8 ERMELINO MATARAZZO ZONA LESTE PRÓXIMO A ESTÃO DE TREM DE ERMELINO.CONTINUANDO COM AS NOTICIAS DO SHALON ESTAMOS EM PLENA CAMPANHA PARA A REALIZAÇÃO DA FESTA DO DIA DAS CRIANÇAS AQUI DA VILA MARGARIDA EM FERRAZ DE VASCONCELOS.ESSE ANO VAMOS REALIZAR A FESTA NO DIA 11/10/14(SÁBADO) ESTAMOS ACEITANDO DOAÇÕES DE BALAS,DOCES,BRINQUEDOS E TODO TIPO DE DOAÇÕES PARA AS CRIANÇAS CARENTES AQUI DA COMUNIDADE SINTAM-SE A VONTADE PARA DOAR  A FESTA TERÁ INICIO AS 08:00 hrs  COM TERMINO PREVISTO PARA AS 16:00 hrs TODOS SERÃO BEM VINDOS ONDE  SERÁ REALIZADA A FESTA? BOM SERÁ NO MESMO LOCAL ONDE  REALIZAMOS TODOS OS DIAS O  NOSSO PROJETO  SOCIAL BOM DE ESCOLA BOM DE BOLA NA RUA JOÃO DE DEUS MORAIS  S/N NO CAMPO DA VILA MARGARIDA EM FERRAZ DE VASCONCELOS.BOM PESSOAL ESSAS SÃO AS NOSSAS ULTIMAS NOTICIAS ESPERAMOS TODOS PARA TORCER A FAVOR OU CONTRA A S.E SHALON O IMPORTANTE MESMO E PRESTIGIAR AS CRIANÇAS  NO PRÓXIMO SÁBADO LÁ NO CDC ERMELINO.VOU ENCERRAR POR AQUI.ATE BREVE……………

Futebol arte novamente

Salve nação São-paulina

Quem não se lembra do futebol da copa de 1982 que encantou o mundo, com jogadas rápidas e geniais? Só não levou aquela copa por uma fatalidade, mas o destino tinha reservado ao mestre Telê Santana ser consagrado com o nosso manto fazendo de 1990 a 1995 um esquadrão que tinha como objetivo jogar o mesmo futebol e como ele gostava que jogador tivesse que ter dois fundamentos precisos domina e passa.

Com esses fundamentos o jogo ficaria mais rápido e os jogadores sempre teriam vantagem sobre os oponentes, pois enquanto o adversário estaria pensando qual jogada seu oponente faria ao mesmo tempo quem estava com a bola da seletelê já tinha pensado aonde iria colocar a bola.

Pois bem tivemos o melhor do futebol, depois por falta de capacidade de técnicos e dirigentes o futebol brasileiro caiu na vala comum a onde fica com aquele futebol de resultado com medo de atacar e fez o gol se tranca para não perder a partida. Eu sinceramente prefiro perder um jogo jogando bonito a dá balão na bola os 90 minutos. Isso não é futebol!

Precisou a CBF tomar uma tremenda lavada da seleção Alemanha para os técnicos brasileiros mudarem seus conceito e voltar a praticar o futebol arte novamente. Foi o que vimos no Morumbi no ultimo domingo (14/09/2014) os dois melhores times do campeonato em um jogaço de bola, aonde a bola era sempre bem tratada e claro que o clube que já teve essa tradição resgatou com tremenda perfeição e o SPFC vem jogando o fino da bola fazendo o mestre Telê Santana aplaudindo lá do céu a volta desse futebol de encantar os olhos.

Rogério Ceni calando os cornetas que queriam sua aposentadoria fez três defesas que nenhum goleiro do mundo vem fazendo em buscar as bolas nos ângulos esquerdo e direito. Vamos sentir muita falta desse M1TO em 2015! E claro é o passou pedro Rocha e agora é o décimo segundo goleador do SPFC com 120 gols

Zaga Toloi acertou o a defesa junto com Edson Silva não tem bola perdida e chuta para aonde o nariz está virada, pois o jogo é de campeonato.

Laterais: Auro ganhou a sua chance e mostrou que é bom de bola e se não perder com promessas de seu empresário terá um grande futuro com o nosso manto. Álvaro Pereira dizer mais o que desse uruguaio sai de campo suando sangue em todos os jogos e com um cruzamento perfeito.

Volantes: Denílson resolveu os problemas extra campo e voltou a ser aquele volante preciso em quem podemos confiar. Souza ótimo jogador, tem velocidade e sempre aparece na área para tentar finalizar em gol.

Meio campo: kk chegou como uma interrogação, mas vem mostrando que quer ser campeão no SPFC e vem ajudando o time com toques rápidos e precisos alimentando muito bem os atacantes. PH Ganso uma definição maestro, o que vem jogando é brincadeira, lançamentos de 40 metros ou de 4 metros sempre precisos e é o líder em assistência no campeonato brasileiro, para quem criticava o 10 está ai! Uma orquestra precisa de bons músicos no caso do ganso precisa de bons jogadores para o futebol render, antes tocava a bola e recebia de volta pedido de desculpas tanto do Maicon como do LF9. Só um lance o que resume o que o ganso vem jogando.

Atacantes: Alexandre pato recuperou o futebol que fez com que Le fosse ao Milan e vem sendo muito importante no esquema, pois tanto preocupando os zagueiros como vem ajudando na marcação e fazendo velocidade nos contra golpes. Kardec um centroavante nato sobrou na aérea é caixa, tem explosão e raciocínio rápido sempre bem colocado e já é o principal artilheiro da temporada 2014.

Banco: temos poucas peças de reposição, ou melhor, temos três LF9 que precisa jogar muita bola para conquistar o espaço novamente. Antonio Carlos tem que esperar uma oportunidade para ver se consegue jogar no mesmo nível de Toloi e Edson silva. E o garoto Boschilia precisa esquecer o sub-20 e começar a ser profissional! Os demais jogadores são apenas para compor elenco.

Técnico: Muricy ramalho aprendeu muito bem com o mestre e não se deixa levar por mídia marrom que só quer fazer muvuca e o Muricy como sempre não dá trela para esse tipo de pessoas! Para quem pedia a saída dele por ser eliminado contra o bragantino vão lá torcer pelo Abel Braga e seu grande trabalho no time do RS, pois nada melhor que o tempo para mostrar quem estava certo!

Quem pode tirar o Hepta do SPFC?
R: STJD como fez em 2009 tirando os principais jogadores por três jogos finais daquele ano, CBF em convocando os nossos jogadores e sabemos que o ambiente de lá não faz bem a nenhum jogador. E a diretoria do SPFC agora é união e não o momento de lavar roupa suja na mídia, e pagando o combinado a cada atleta.

SPFC vem forte e se não tiver o extra campo podemos sim aumentar nossa galeria de conquistas nacionais em 2014 e temos uma boa base para 2015 disputar e conquistar a libertadores, pois não tem Papa que possa com o verdadeiro clube da fé!

Libertadores e mundial de clubes 2015 vão se lavar, pois o SPFC vai lhe usar e devolver a normalidade do futebol chega de clubes sem expressão conquistar esses títulos!

Pensamento:
“É muita luta pra eu sozinho é muita conta pra eu pagar é muito zap em cima de um áz, mas a terra treme quando eu trucar.”
“Terreiro que não tem galo, quem canta é frango e franguinha.”

Até semana que vem!